quinta-feira, março 31

VAMOS PARA ELEIÇÕES



Nos dias em que está em curso a maior campanha jamais vista pela diabolização de Sócrates, do seu governo e suas políticas, deixo um vídeo tomado hoje do blogue de Obama. O tema refere-se a uma área na qual Portugal, nos últimos anos, realizou avanços notáveis. Como será este tema tratado nos programas políticos e na prática futura dos partidos com aspirações ao governo? 

segunda-feira, março 28

AS ELEIÇÕES SÃO UMA CAIXINHA DE SURPRESAS



Já que vamos entrar em época de campanha eleitoral aqui fica, com todo o respeito pelo Futre, um contributo para consolo dos desesperados ...  Muito cuidado que nas próximas eleições antecipadas vão surgir candidatos profissionais ... perigosos!
.

terça-feira, março 22

DIA MUNDIAL DA POESIA (ONTEM)



MEU POEMA

Meu poema é um silêncio aceso
que me alumia o caminho da fala
e se derrama na palavra escrita
à mão teclada ou manuscrita

Meu poema só existe quando escapa
ao exacto momento que o suscita
e nada mais tem para dizer
senão o que a própria mão lhe dita

[In 25 Poemas escritos, a lápis, entre Novembro de 2007 e Março de 2008, nas páginas do livro “Toda a Poesia”, de Ferreira Gullar, 15ª edição, José Olympio, Editora.]
.

ARTUR AGOSTINHO MORREU



Artur Agostinho é uma daquelas figuras que, pense-se o que se pensar, faz parte do imaginário de mais de uma geração de portugueses. A sua voz, ainda mais do que a sua figura, ecoará para sempre na minha memória. Ao que me disseram, faz tempo, pessoas amigas, era um homem bom que foi capaz de ser solidário com injustiçados do antigo regime sendo ele próprio injustiçado pelo novo. O tempo sarou as feridas e o seu discurso que há poucas semanas tivemos oportunidade de ouvir numa longa, e comovente, entrevista televisiva era de um saudável optimismo, realista, com os olhos postos no futuro. Salvé!

domingo, março 13

sábado, março 12