sábado, abril 17

A NATUREZA TEM MUITA FORÇA

Ocorrem em diversos países simulacros de operações militares para resgate de políticos sitiados, longe dos seus povos, pela nuvem islandesa. Algumas questões interessantes que a nuvem coloca à vida no nosso tempo: a natureza tem muita força! Justificam-se as urgências impostas pelas agendas dos políticos? As estradas, auto-estradas, e todos os meios de transporte terrestres, fazem falta? As novas tecnologias dispensam um caloroso aperto de mão, uma conversa olhos nos olhos? O transporte ferroviário, incluindo a “alta velocidade”, é dispensável? Portugal – continente e ilhas atlânticas - é um valioso espaço estratégico na ligação entre continentes? Não foi encontrada nenhuma ligação de Sócrates à criação da nuvem islandesa? A chanceler alemã passou uma noite em Lisboa. João Garcia concluiu hoje um sonho - subir as 14 montanhas mais altas do mundo. A natureza nem sempre vence o homem. Talvez se devam – homem e natureza - respeitar mutuamente.
.

3 comentários:

hfm disse...

No último período tiraria o talvez. Post perfeito, humano e belo. Obrigada.

Lmatta disse...

concordo contigo
beijos

Galeota disse...

"... A questão do valor intrínseco da natureza tem sido o objecto privilegiado da disciplina que resulta, justamente, da síntese entre a ética e a ecologia: a ética ambiental. Esta procura, em última instância, conciliar a perspectiva sobre os factores naturais que nos é fornecida pela ecologia científica, com a possibilidade de atribuir à natureza , total ou parcialmente, um valor em si,independentemente da utilidade instrumental que esta possa ter para o homem.... "
in Temas Fundamentais de Ética-Actas do Colóquio de Homenagem ao
Prof.P.Roque Cabral,S.J.-Publicações da Faculdade de Filosofia-Universidade Católica Portuguesa-Braga 2001